icone tel CENTRAL DE ATENDIMENTO
0800 095 2551

BLOG

Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.
1. Rede WiFi lenta

Se você notou que sua conexão com a internet não está muito rápida, mesmo após contratar um serviço de mais de 5 Mbps junto à sua operadora, é possível que você esteja tendo problemas com seu roteador. Para melhorar sua experiência de navegação, recomendamos que você adquira um roteador com uma tecnologia mais recente, considerando todas as marcas disponíveis no mercado.


2. Problemas no alcance de sinal

Para quem mora em uma casa grande ou em um apartamento antigo com paredes grossas pode enfrentar problemas com o sinal de WiFi, para esses casos recomendamos o uso de  um roteador com a tecnologia 11AC.


3. Vários dispositivos conectados à rede

Quando há vários dispositivos conectados ao mesmo tempo na rede WiFi, a velocidade de conexão diminui e o problema se agrava se o roteador é antigo ou tem velocidade abaixo de 300 Mbps. Outro fator que interfere não é apenas o número de conexões, mas o uso que cada uma das pessoas da casa faz da rede. Há um roteador ideal para cada tipo de necessidade, além da cobertura desejada. 


4. Falta de segurança

É possível que um roteador com vários anos de uso não disponha das ferramentas necessárias para cuidar de seus dados e de sua privacidade. Alguns dos roteadores 11AC contam com a funcionalidade de nuvem (cloud), que permite, por exemplo, ver quem está conectado à sua rede, acessar o seu histórico de navegação e, inclusive, bloquear páginas que não deseja que sejam acessadas por seus filhos.


5. Interferências na rede

Nem sempre a operadora ou provedora que fornece banda larga é culpada pela conexão estar lenta. O problema pode estar no roteador antigo, que, além de não ter a velocidade e o desempenho necessários para atender as demandas, utilizam como padrão apenas a banda de 2,4 GHz.

 

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/roteador/106603-fique-ligado-5-sinais-hora-trocar-roteador.htm